"O Egrégora"

Vinícius Tadeu

Escritor de Ficção

Ficção Espírita
Textos

CARMA
Esbravejar contra a vida, num momento de dor,
É até compreensível mesmo o sendo por amor.
Mas não se pode admitir e comigo há de convir,
É fazer o que quiser, sem aceitar o que há de vir.

A consequência dos atos, daqueles sem louvor,
Que provoca a ira alheia e até mesmo o rancor,
Nunca vão ficar em branco e vão voltar um dia,
Mais fortes do que foram e trazer muita agonia.

Poderá ser a lei do carma, nisso não sou doutor,
E ou apenas cobrança de tudo o que é devedor,
Pois todo mal feito se paga e não dá para fugir,
E se nessa vida escapamos, a outra vai corrigir.

Há um juiz muito justo, é chamado de Criador,
Mas não seria ofensivo chamá-lo de cobrador.
Sabe de todas as contas e nos obriga adimplir,
Um contrato antigo que prometemos cumprir.
Vinci Tadeu
Enviado por Vinci Tadeu em 02/12/2012
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autoria de Vinícius Tadeu). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Vinícius Tadeu